sábado, 16 de maio de 2009

Adeus


Adeus

 Eu queria ter sido feliz
queria ter aprendido a voar
porém, a infelicidade não deixou.
 A vida é longa e ao mesmo tempo tão curta.
 Eu nasci pensando que seria feliz, que poderia voar
mas eu me enganei, porque a vida que me deram é horrível.
 Trancada, sem poder lutar pelos meus sonhos
que são tantos, que chegam até a me sufocar.
16/09/1998 (autor desconhecido)

 Encontrei isso dentro de um livro que peguei na biblioteca municipal a menos de um mês.
foi escrito a mão em uma folha de caderno, o papel estava amarelado pelo tempo e quem escreveu nem se deu o trabalho de retirar a borda de espiral.
Isso foi escrito a 11 anos atrás por uma garota solitária metida a Lispector, ou quase isso.
 Só espero que a pobre menina tenha conseguido realizar os sonhos que a sufocavam e de quebra aprendido a voar.

4 comentários:

Daniel Savio disse...

Hum, e você menino, não te abalou ler isto?

Fique com Deus, menino Rafael.
Um abraço.

Denise disse...

Talvez fosse jovem........talvez estivesse num daqueles dias cinzas.
Intuo que cresceu...........perdu aquele amargos a la clarice e deve hj estar muito bem.

Viajei não é.............rs

gostei de estar aqui

Denise

Cackau Loureiro disse...

Todos nós temos um pouco de Lispector!!!

Seja bem vindo a minha cafeteria tbm!!!Vamos ser parceiros!!Rss

Sobre o banner que pisca no rodapé da página, para Vc conseguir um basta clicar em cima e entrar no site.Bjokas

(ative o sistema para ter seguidores no seu blog)

Carla P.S. disse...

Se encontrou sim. Ela começou escrevendo, bom sinal.
Um café, amarguinho.

metrópole

metrópole
Estava chovendo lá fora

Preocupação com simetria, exatidão, ordem, seqüência ou alinhamento