quinta-feira, 24 de abril de 2008

Um céu limpo e claro



Impressionante a maneira que cada um enxerga o mundo
A realidade é diferente em cada ser
Algo fascinante em cada época do ano, ou dia.
Essa tarde gelada trouxe o bem-ti-vi
Haviam também crianças, que felizes corriam com seus casacos em volta de um brinquedo
O sol se foi, deixado um céu limpo e claro
ao contrario de minha amada
que ao partir, fez com que tudo ao meu redor perdesse o brilho
Se me fosse concedida a chance de tê-la comigo novamente
iria abraça-la,
Então abraçados, a convidaria a ficar comigo e esperar as estrelas
e até lá, eu iria aquecê-la e confortá-la
Porém, essa chance não será concedida.
Logo anoitecerá
então me conformo com essa tarde fria
e esse céu limpo e claro.

6 comentários:

Thiago dos Reis disse...

ótimo. céu claro é muito bom.

ainda vejo neblina, apenas neblina. as estrelas estão cada vez mais invisíveis. mas é isso q'eu quis, isso q'eu desejei.

o meu único receio é de que um dia a neblina vá embora e não hajam mais estrelas no céu.

Rafael disse...

obrigado,também gosto de céu claro.

qto as etrelas...sempre estao,
se não estiverem é porque ja amanheceu!

Fernandes disse...

Céu as vezes não é tão claro, mas com nossa força de vontade pode se tornar. Vamos fazer força, fabricar essa força naquela pequena grande fabrica que está sobre nosso pescoços, grande Rafa, belo escrito, foça sempre.

Rafael disse...

hehe pois eh fernandes

vlw pelo comentário

abraço

Fernandes disse...

Rafa,

Ela morreu por dentro!

Rafael disse...

ah sim Fernandes

obrigado

metrópole

metrópole
Estava chovendo lá fora

Preocupação com simetria, exatidão, ordem, seqüência ou alinhamento