quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

Osmarina



Sacolinha branca na mão
Sacolinha que leva sempre consigo
Sorriso pequeno, chegando a ser desproporcional, mas intenso
Olhos tristes e meigos
Expressão sofrida da face
Possuidora de uma bondade tamanha
talvez seja uma santa
talvez?
No meu ver sim, é uma santa
uma pobre santa triste
Oque será que carrega na sacolinha?
Desce do ônibus no meio do caminho
mora no pé da serra
sabe-se lá com quem
- O que leva na sacolinha, Dona Osmarina?!
Queria mais saber sobre ela
tentar ajudá-la
que a chorando uma vez
sabe-se lá porque
- Porque choras, Dona Osmarina?!
quem a fez chorar pecou
- Diga-me, talvez posso ajudá-la!
talvez?
Não! Vou ajudá-la.
Mas antes não exito em perguntá-la:
O que a Senhora trás na sacolinha branca?
Cajamanga.- diz ela - trouxe pro Tonho!
-Ah bom! Então até amanhã, Dona Osmarina.
E lá se vai novamente a pobre, depois de mais um dia de trabalho.

7 comentários:

Dih da Pâhzinha... disse...

E ai cara...

Muito tri teu blog...

Abraços!!!

Entrem no meu blog


http://dihdusbeko.blogspot.com/

Thiago dos Reis disse...

bem legal esse.

meu chapa estou com um problema, sinto que estou pensando muito em uma garota, e um pouco acima da média aceitável por mim. e lutar contra isso não é difícil, mas não é fácil. meus argumentos pra não pensar nela estão se dizimando, um por um. sobra sempre um único motivo mais forte pra voltar a pensar nela. e aí fode tudo meu chapa.

sobre os textos, se eu fizer uma análise geral, vc não vai gostar. os textos são ótimos, excelentes e alguns geniais, mas a análise não será de seu agrado.

haja viu!!

Thiago dos Reis disse...

PORRA MERMÃO TODAS AS MÚSICAS QUE ESCUTO LEMBRAM ESSA GAROTA.

saca o que quer dizer TODAS? as felizes, as tristes, as de amor, as de não-amor, etc.

vou escutar músicas em japonês, no estilo que a miss-japa escuta, assim não entenderei nada e não lembrarei de nada, só da miss-japa. e é sempre bom lembrar da miss-japa, pq quando eu comprar meu mitsubishi, HAJA CORAÇÃO AMIGO! valeu!

Rafael disse...

Algo me diz que está gostando dela,só não sei exatamente de que forma,porque como você mesmo disse"Thiago dos Reis não ama, não se apaixona e não se apega a ninguém. Talvez ele seja o Robocop!"

Thiago dos Reis disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Thiago dos Reis disse...

depois conto-lhe melhor.

porém, devo admitir que: dentre todas as minhas barreiras e escudos pra não gostar de ninguém, várias foram derrubadas e dizimadas.

alias, devo dizer que sobraram apenas duas. lutarei até o fim, meu caro. e nunca (veja bem, usei a palavra NUNCA, que exprime que é algo que jamais aconteceu) perdi.

grato!

Rafael disse...

Talvez seja melhor se render pelo menos dessa vez.
Sempre tem uma primeira vez

metrópole

metrópole
Estava chovendo lá fora

Preocupação com simetria, exatidão, ordem, seqüência ou alinhamento