terça-feira, 15 de dezembro de 2009

O homem do campo e a garota da cidade

 Ele saiu pra tomar um ar na sacada enquanto a festa rolava la dentro.
 A brisa gelada e o som abafado o trouxe de volta pra realidade, e lá estava ela fumando cigarros e apreciando a cidade do alto.
- Aceita um?
- Não, eu parei!
- "Qualé?"pega ae.
 Sem a pretenção de ser indelicado aceitou, levando-o a boca enquanto ela o acendia com seu isqueiro de bota de cowboy:
- Ei cara, você não é daqui, é?
- Não, eu sou do interior.
 Ela sorriu debochada e continuou:
- Eu logo vi, você é tão ingenuo, não é como a maioria dos caras.
- E como são a maioria dos caras?
- Ah mew, tipo... sei lá, eu te ofereci um cigarro e nem por isso você achou que eu quisesse transar com você!
- Eu te disse que não queria?
 E sem que o caipira esperasse ela soltou uma gargalhada como se não fosse mais parar, jogando pro alto a fumaça tragada.
 Calou-se aos poucos e lhe disse olhando em seus olhos:
- Você nunca colocou um cigarro na boca, não sabe nem segurar um!
- Claro que sei - disse ele, tossindo em seguida como um tuberculoso.
- Ah, esquece cara, ta a fim de dar o fora daqui?
- Pra onde?
- Ah mew, sei lá... curtir a madrugada que se aproxima, assistir o sol nascer bem longe...
- Eu não posso, estou de carona, logo tenho que voltar!
- Ah você quem sabe, o convite ta de pé, se estiver a fim é só me seguir... eu vou nessa homem do campo!
E por pouco, por muito pouco ele não a seguiu.

6 comentários:

Daniel Savio disse...

Neste momento, cada um sabe o que está a fim de ganhar, ou perder, ao tentar viver...

Fique com Deus, menino Rafael.
Um abraço.

Nilson disse...

Grande Rafael, muito bom...é uma pena, mas nunca se sabe o que nessas horas vai acontecer se um seguir ou deixar-se ser seguido. ABraço...voltarei mais vezes>
Nilson
www.co-lirius.blogspot.com

Rafael Ayala disse...

E espero que ele não tenha se arrependido depois, como aconteceu comigo depois (mas depois de um tempinho, novos pensamentos chegam e nem lembra-se mais disso).

Gostei do texto e do final inesperado.

Abraço!
=]

sblogonoff café disse...

E como ele se sentiu por não ter seguido??!!!

Rafael disse...

triste

Rafael disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

metrópole

metrópole
Estava chovendo lá fora

Preocupação com simetria, exatidão, ordem, seqüência ou alinhamento