quarta-feira, 30 de julho de 2008

Ser pai é...


"É errado ter filhos por necessidade, usar um filho para aliviar a solidão, dar sentido a vida reproduzindo a si mesmo em uma cópia.
Também é errado procurar a imortalidade lançando um germe seu no futuro - como se o esperma contivesse sua consciência!" (trecho do livro"QUANDO NIETZSCHE CHOROU")

Esse livro me fez pensar bastante sobre muitos assuntos, mas um tema que mexe bastante comigo é a paternidade.
alguns meses venho pensando nessa possibilidade, não por me sentir sozinho, nem triste
mas pelo fato de imaginar o carinho mútuo e a infinidade de lembranças que ficam guardadas entre pais e filhos.
A imagem que ilustra o texto é de um primo que foi pai recentemente, com certeza é uma das mais belas fotos que vi.
Dias atrás, correndo na ciclovia, observei um carro parado na beira da pista, próximo a ele estava um pai com seu filho nos braços.
Isso fez com que eu diminuísse o passo.
Admirado, ele mostrava ao garoto algumas vacas pastando no campo
provavelmente essa imagem ficará na memória do menino pra sempre, assim como várias lembranças do meu pai ficaram na minha.
Com palavras apenas não consigo descrever realmente o que é ser pai
Talvez um dia eu consiga.

Dedicado a Flora,"Pai e Mãe de Miguel".

9 comentários:

~°Aquela que reclama°~ disse...

Sério...te digo que tô mto sensível ultimamente. Tu que sempre arranca gargalhadas, hj tirou-me lágrimas.
Me sinto completa quando sou 'reconhecida' por que não é fácil.
Não mesmo.
Obrigada mesmo Rafa.
Te amo XD

Rafael disse...

Que isso Florinha xD uhauhauhauha
não sei se é bom ou ruim arrancar-lhe lágrimas,mas a verdade é que t admiro por ser pai e mãe :)

Thiago dos Reis disse...

muito bom.

como vc vai ser pai, me explica.

Rafael disse...

hora essa thiago ¬¬

pelo modo tradicional :D

ainda quer que eu te explique como funciona?hahahaha

~°Aquela que reclama°~ disse...

Se quiser...

HAUhauHAUHAUAHuha

:X

ow, adicionei teu blog nos meus feeds do orkut tá?
bjo bjo

-se quiser²-

รαuℓσ'ร тяαмσια disse...

Não sabia que você escrevia, e que tinha um blog..legal!


Gostei muito, às vezes quando vem a inspiração, escreve algumas coisas, até que bonitinhas, mais o que eu gosto de escrever é dos outros! Colocar a minha opinião, e ver se a minha opinião é compatível com a dos outros.


Não gosto muito de falar sobre assuntos que envolvam politica e tds essas coisas de saneamento básico, sabe? acho q o brasileiro num modo geral é burro e o que eu escrevesse não irá mudar e nem fazer refletir, pq é mais cômodo!


Bom, falei um monte de bvaboseira até aqui só pra falar que curti seus textos, e continue escrevendo, pq vai ter sempre alguém para ler, lhe garanto!


meu novo Blog

www.dirtyandpop.blogspot.com


Não vou abandonar esse, vou fazer deste um diário online, sabe?

D. Diogo Klock disse...

fala meu camarada...
tudo certo???

então..
tem uns selos pra vc no meu blog.. passa la pra pegar...

e meus parabens seus escritos continuam surpreendentes...

abraços do amigo

D.Diogo Klock

http://mentealem.blogspot.com/

Roberto disse...

xD

Anderson Emídio disse...

Fantástico!!!
Realmente a paternidade é algo incrível mais infelizmente não é encarado como deveria pela sociedade.Não apenas o pai mais a mãe também são os principais transferidores de valores éticos,morais e características da personalidade do filho.
O nascimento de um filho representa uma continuídade,por isso precisamos pensar que tipo de legado iremos deixar para a próxima geração já que os filhos darão continuídade e representam o futuro.
Esta postagem é incrível e nos traz várias vertentes de reflexão e aprendizado.
Parabéns pelo seu blog!!!
Abraço

metrópole

metrópole
Estava chovendo lá fora

Preocupação com simetria, exatidão, ordem, seqüência ou alinhamento