terça-feira, 11 de março de 2008

O anjo



Um dia eu encontrarei um monte
de onde avistarei a cidade do alto.
E ela, angustiante a me esperar, estará la...
...um belo anjo, que ao deitar a cabeça em meu ombro, adormecerá
e sem perceber concertará minhas asas,
salvando assim esse ser solitário da morte
e salvo não precisarei mais das asas,
pois tudo que eu preciso estará no monte.
Então a leve brisa me acolherá, e eu,
de olhos marejados, irei agradecê-la
com um triste sorriso.

7 comentários:

Thiago dos Reis disse...

ao ler seu post e refletir, percebi onde está o erro..

geralmente esperamos pela pessoa certa. quando na verdade, deveríamos ir ao encontro dela.

ela está esperando por vc, e vc está parado em casa, inerte. vá até ela!

depois falo contigo. preciso também fazer uma pergunta. já sei a resposta, mas quero fazê-la. farei a mesma pergunta a grazi também, pois a personalidade dela é diferente da sua.

Thiago dos Reis disse...

ah, o texto está realmente muito bom!

Rafael disse...

ok

Thiago dos Reis disse...

'ok' ?

responda quenem gente!

Rafael disse...

ok

husahsuhsauashas

Rafael disse...

me desculpe,é que eu havia passado rápido pelo blog,ja li o pequeno principe,e confesso que agora estou mais ciente da essencia das coisas!
sinta-se a vontade de perguntar qualquer coisa.
Obrigado pelo comentario

Thiago dos Reis disse...

vou perguntar no msn, grato.

estou sem net em casa. haja!

e o crédito do celular acabou. HAJA²

metrópole

metrópole
Estava chovendo lá fora

Preocupação com simetria, exatidão, ordem, seqüência ou alinhamento